3 PRINCÍPIOS DA INTENCIONALIDADE

Atualizado: 29 de jan. de 2021

A autorresponsabilidade faz parte da rotina de pessoas que intencionalmente desejam criar um presente e futuro com mais maturidade emocional, ao assumir a posição de autores em atitudes e ações mais racionais, frente as mudanças desejadas.


Em terapia cognitivo comportamental existe uma forte relação entre o que você pensa, a forma como se sente e a maneira que se comporta desde o primeiro contato da avaliação, de forma que, sejam identificados os padrões cognitivos e de resiliência. Nesse processo de autoconhecimento, algumas questões são levantadas para a compreensão das demandas iniciais, por exemplo: 1. Por que me sinto tão angustiado?

2. Quais são as evidências que existem que justifiquem o que sinto?

3. O que penso que vai acontecer de tão grave?

4. Qual seria o pior resultado?

5. O que posso fazer com isso?





Nesse processo, a reestruturação cognitiva é o aliado principal ao formar novas sinapses cerebrais e contribuir na aprendizagem ao longo do tratamento, o que conduz cada indivíduo a encontrar formais mais funcionais e flexíveis para lidar com as situações.


Hoje, separei três princípios para serem aplicados nessa jornada:


1. Autoconsciência emocional


Você tem usado suas emoções como aliadas ou adversárias? É muito comum diante de uma emoção negativa, você focar mais no externo (demandas familiares, financeiras e de trabalho) como forma de não enfrentar o que é desconfortável, mas é justamente porque dói e causa problema, que deve ser acolhido e avaliado, de maneira que em uma próxima situação, seja aplicada habilidades mais funcionais e práticas para lidar na rotina.


2. Transparência


Seus comportamentos atuais, tem sido fundamentado na honestidade de seu caráter ou tem sido influenciado pelos seus medos? Sem sombra de dúvidas, esse é um pilar fundamental para uma realidade com mais segurança mental e emocional, compreendendo que a habilidade de se relacionar com as pessoas também é necessária para desenvolver mais autoconfiança e progresso contínuo.


3. Adaptabilidade


Como você reage as mudanças de estações e transições? Você tem se colocado de maneira flexível na adaptação aos estilos diferentes de mudanças? Ou usando da fuga e procrastinação como defesa? Quanto mais cedo você perceber seus padrões internos de funcionamento, mais sólidos e consistentes serão suas reações diante dos desafios impostos com as circunstâncias da vida.


A partir do momento em que o “músculo” da autoconsciência começa a ser estimulado, mais intencionalidade na rotina também é formada, não se submetendo mais ao controle de todo pensamento ou sentimento e absorvendo eles como verdades imutáveis. Você aprende a criar a realidade que deseja desfrutar e começa a colocar em prática intencionalmente os novos comportamentos que estão em progresso de construção.

49 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo